Artigos por categoria: Investimentos

  • house business

    A bolha imobiliária e a relação aluguel/preços dos imóveis

    Muito se tem falado sobre a bolha imobiliária que estaria para estourar (ou mesmo já teria estourado) no Brasil. Eu mesmo já publiquei aqui vários artigos sobre o assunto: Os preços dos imóveis estão exagerados no Brasil?, Bolha Imobiliária no Brasil?, Ainda a bolha imobiliária no Brasil, Sugestão aos crentes da bolha imobiliária, Preços dos […]

    Leia mais
  • saving money concept

    O mercado financeiro não fará a lição de casa por você

    João Prevenido nasceu em 1954. Em 1982, aos 28 anos de idade, João resolve começar uma poupança para a sua aposentadoria. Seu salário era de $ 25.000, e era reajustado 3% todo ano. Para fazer a sua poupança, João separava 3% de sua renda anual, e investia no mercado. Mas o João, apesar de prevenido, […]

    Leia mais
  • tightrope walker

    Os juros baixos e a dificuldade em aceitar a realidade

    A nova realidade dos juros reais muito baixos (para a realidade histórica brasileira, que fique claro) tem levado os especialistas a recomendarem, de maneira geral, o aumento da exposição a risco nas carteiras dos investidores. Hoje, por exemplo, o Estadão publica matéria (Juro baixo vira desafio para investidor) em que os especialistas, unanimemente, recomendam o […]

    Leia mais
  • dollar sign and up arrow

    As preferências do investidor brasileiro

    O Estadão traz uma interessante pesquisa, realizada pela QuorumBrasil, sobre o comportamento do investidor brasileiro (veja íntegra da reportagem aqui). Há alguns dados interessantes, que estão resumidos no seguinte gráfico: Comecemos por observar que a Caderneta de Poupança é, ainda, a aplicação preferida dos brasileiros. Apesar da baixa rentabilidade (reconhecida pelos investidores), a Caderneta ainda […]

    Leia mais
  • like

    O IPO do Facebook foi um fracasso?

    O IPO mais aguardado dos últimos tempos finalmente aconteceu: o Facebook vendeu cerca de 15% de seu capital para investidores, levantando aproximadamente US$ 16 bilhões, o que significa que agora, oficialmente, o Facebook vale algo como US$ 100 bilhões. Grosso modo, o mercado está pagando cerca de US$ 110 para cada um dos mais de […]

    Leia mais
  • movement direction

    Simulador de investimentos de baixo risco

    Toda esta conversa sobre a Caderneta de Poupança certamente aguçou a curiosidade dos investidores sobre o retorno dos investimentos de baixo risco, no qual se inclui a Caderneta. Por investimento de baixo risco podemos entender aqueles que apresentam oscilações diárias mínimas. Nesta categoria, além da Caderneta, incluímos as LFTs e os Fundos DI. Foram muitos […]

    Leia mais
  • pig flower

    As novas regras da Poupança – uma correção

    No post de ontem, As novas regras da Poupança: serviço pela metade, havia trabalhado como hipótese de que a TR deveria ficar em 0,5% daqui para frente. Não é verdade. De agosto de 2009 a abril de 2010, quando a SELIC estava em 8,75%, a TR foi de 0,20% ao ano. Portanto, é bem provável […]

    Leia mais
  • piggy_bank

    As novas regras da Poupança: serviço pela metade

    Como prevíamos em 12 de março (O fim da Caderneta de Poupança como a conhecemos), as regras do investimento mais popular do país foram alteradas. Parabéns para a presidente, que teve a coragem política de proceder a uma mudança há muito necessária. Pena que tenha sido feito pela metade. Da forma como foi anunciada, a […]

    Leia mais
  • dolar in an egg

    Migrar para fundos mais baratos: vale a pena?

    A guerra dos spreads chegou aos fundos DI. A Caixa Econômica já anunciou redução das taxas de administração de seus fundos, no que pode ser seguida pelo Banco do Brasil. A questão em foco é o impacto da redução da taxa SELIC na rentabilidade desses fundos, e a concorrência com a Caderneta de Poupança. Já […]

    Leia mais
  • wood-bank

    Toda a verdade sobre o spread bancário

    O governo resolveu declarar guerra santa ao spread bancário, ao determinar que os bancos controlados pela União baixem as taxas de juros praticadas para o crédito. O BB saiu na frente (aqui), e a Caixa virá logo em seguida (aqui). Há aqui duas possibilidades: 1) Na verdade, trata-se de mais uma jogada de marketing político, como tantas […]

    Leia mais