Artigos por categoria: Risco

  • tightrope walker

    Os juros baixos e a dificuldade em aceitar a realidade

    A nova realidade dos juros reais muito baixos (para a realidade histórica brasileira, que fique claro) tem levado os especialistas a recomendarem, de maneira geral, o aumento da exposição a risco nas carteiras dos investidores. Hoje, por exemplo, o Estadão publica matéria (Juro baixo vira desafio para investidor) em que os especialistas, unanimemente, recomendam o […]

    Leia mais
  • sale icons

    É para ter medo de uma bolha de crédito no Brasil?

    Muitos investidores estão com medo de que a chamada “Bolha de Crédito”, assim como desgraçou a economia americana, também tenha consequências negativas por aqui. No que consiste uma bolha de crédito? Basicamente, no endividamento excessivo das famílias, com o consequente aumento da inadimplência, levando, por fim, à quebra do sistema financeiro. Estamos próximos a algo […]

    Leia mais
  • GWI logo

    Fundos GWI: o estrago causado pela alavancagem

    Pela segunda vez em menos de 3 anos, os fundos da GWI Asset Management fecharam para captação e resgate. No dia 8/10/2008, em meio à crise do subprime que vinha fazendo as bolsas derreterem, a GWI também decidiu fechar os seus fundos para captação e resgate. Apesar do fechamento atingir todos os fundos, vamos focar […]

    Leia mais
  • dollar bandaid

    Risco de crédito: como usar

    Artigo de minha autoria originalmente publicado no Valor Econômico, seção Palavra do Gestor, 14/07/11 Com a queda das taxas de juros, a bolsa de lado há três anos e os fundos multimercados decepcionando, os investidores buscam alternativas para recuperar a rentabilidade perdida. O risco de crédito é a nova onda: sem volatilidade, os títulos de […]

    Leia mais
  • cartas

    Façam suas apostas!

    Investir significa correr riscos. Nesse sentido, há algum parentesco entre jogo e investimento. No jogo, assim como no investimento, você arrisca uma certa quantia de dinheiro, esperando receber mais. Há, no entanto, duas diferenças fundamentais: 1) o retorno esperado do jogo é imediato: você coloca o dinheiro, e sabe se ganhou ou não em pouco […]

    Leia mais
  • F1

    Como medir a eficiência na gestão de fundos de investimento: o Índice de Sharpe

    Esta eu ouvi de um PhD em Finanças pela University of Chicago: insatisfeito com as opções de transporte existentes, você resolve ir de São Paulo para o Rio de Janeiro de táxi. Mal entra, cai no sono, e só acorda quando chega ao destino. Descobre, então, que a viagem de 400 km durou somente 2 […]

    Leia mais
  • risk profit loss

    Como identificar o risco de crédito que o seu fundo está correndo

    Com a diminuição das taxas de juros (se comparado a alguns anos atrás)  e uma bolsa que não sabe para onde vai, o investidor se pergunta: “como eu vou ganhar ganhar dinheiro agora?”. Os gestores de fundos de investimento tiveram uma grande idéia: colocar títulos de crédito privado em suas carteiras. Esses títulos oferecem uma […]

    Leia mais
  • medo

    Descubra se você gosta do risco

    No post Política de Investimento: avaliando a sua aversão a risco, falamos da aversão ao risco, e de suas duas dimensões: a capacidade e a vontade de tomar risco. Vejamos um exemplo de questionário para descobrir sua aversão psicológica ao risco. Ele foi adaptado do livro Investments, de Bodie, Kane & Marcus, Ed. McGraw Hill, […]

    Leia mais
  • man with question mark

    Você sabe porque pode perder dinheiro aplicando em renda fixa? Então entenda.

    O Brasil é um país que só muito recentemente saiu da hiperinflação. Faz menos de 16 anos… A inflação, como você sabe, desorganiza tudo. Os preços das coisas ficam malucos, e você não consegue planejar nada para o futuro. Todos vivem do hoje para o amanhã. Neste mundo, os investimentos não encontram terreno fértil para […]

    Leia mais
  • psychology

    Finanças Comportamentais: o que é isso?

    Finanças comportamentais é um ramo das finanças que se dedica ao estudo da influência da psicologia humana nas decisões de investimentos. Parece óbvio que, sendo uma atividade realizada por seres humanos, o ato de investir seja influenciado pelos assim chamados “desvios” da mente humana. Este fato é intuitivo, mas até 1979 não havia recebido o […]

    Leia mais