Eu não quero ser milionário!

18

Pronto, tá dito!

Algo me incomoda profundamente na abordagem sobre investimentos e vida financeira da maior parte da literatura sobre o assunto. Até hoje não havia conseguido definir bem esse meu desconforto, mas acho que agora cheguei lá.

O ponto é o seguinte: ser rico, quer dizer, ter muito, muito, muito dinheiro, é um objetivo de vida tão pobre… Parece uma contradição, mas não é.

Antes de continuar, um aviso: eu gosto de dinheiro, viu! Trabalho com dinheiro desde que me formei na faculdade (o dos outros, infelizmente, hehe), e não reclamaria nadinha se ganhasse na loteria. Mas não é disso que se trata.

Trata-se de colocar o dinheiro como O objetivo da vida. Corro o risco aqui de parecer brega, demagógico ou qualquer outro adjetivo que lhe venha à cabeça, mas vá lá: o dinheiro é consequência, não objetivo. Não faz o mínimo sentido correr atrás do dinheiro. Ele correrá atrás de você, se você fizer a coisa certa. Uma pessoa que não gasta mais do que ganha consistentemente ao longo da vida, ficará rica. Não a riqueza dos muitos milhões, mas a riqueza da tranquilidade, de poder construir um lar com estabilidade e algum conforto.

Pouca ambição? Pode ser. Depois de alguns anos e alguns cabelos brancos (ou falta deles, como é o meu caso), aprende-se que ser milionário é um dom, assim como ser jogador de futebol ou cantor de rock. Poucos nascem para isso. Trata-se de uma habilidade muito especial. E o que essa literatura vende é a ilusão de que todos podem ser milionários. Simplesmente não é verdade.

Então, duas coisas me incomodam profundamente;
1. O tentar convencer que qualquer um, até você, pode ser milionário e
2. Que os muitos milhões deveriam ser O objetivo da vida de qualquer um, até o da sua.

Não é verdade. Este blog se coloca como uma alternativa para aqueles que tem uma vida, assim… comum. E que sabem que morrerão anonimamente, felizes com as suas pequenas conquistas diárias. E que muitas destas, a maioria na verdade, nada têm a ver com dinheiro.

Compartilhe este artigo

Artigos relacionados

Comentários (18)

  1. Queridos boa noite e que a graça e paz do sr;jesus cristo esteja sobre todos vós,eu venho por meio desse canal solicitar de todos voçes que se possivel for por favor me ajudem,pois eu tenho um projeto de vida profissional que é abrir um comercio proprio para me.Pois eu çei que todos os seres humanos passa por adiversidades diversas,eu não sou uma ecessão ja passei pór varias pode acreditar mais peço humildemente que me ajudem por favor,quero abrir uma mercearia aqui em aguas claras preciso comprar um ponto comercial e as pratileiras os caixas.Quero tambem poder comprar um carro para poder transportar as mercadorias da ceasa para a loja,e por tudo isso o dinheiro responde eu conheço esse verso da biblia que diz assim;provérbios capitulo 11,verso17e24e25 por favor meditem,se quizerem e poderem me ajudar eu aceito e que o sr;vós retribua a todos de forma geral e infinita com todas as sortes de bençãos.Queridos eu não sou um enganador disso voçes podem ter absoluta certeza,pois o meu alvo e morar no çeu junto com a trindade santa um dia quando o sr;me chamar,eu vou deixar o meu banco e itau ag;1510 ,c/c;53093-2 e o favorecido sou eu eduardo o dos santos,querendo colaborar pode ter certeza que o sr;vai te recompensar em geral de forma infinitas grato.

    eduardo o dos santos, em 15 de fevereiro de 2013. Responder
  2. Realmente dinheiro não é tudo , mas tem feito muita falta na minha .
    Trabalho duro e tento de tudo para obter mais conforto para mim e minha família .
    Não sei o que faço para ser bem sucedido : vou lançar uma campanha em prol do meu sucesso , será que vou obter êxito ?
    Acho que não mais de qualquer forma o “não já está garantido ” , vou então em busca de uma sim:
    Preciso de 1.000.000,00 de voluntários que me faça a doação de R$1,00 .
    Depositem na minha conta que o dinheiro será bem investido : Banco Bradesco Agencia : 507 Conta Corrente :6626912 É serio galera .Tô atolado de dívidas , mas como não tenho nada de pra leiloar , é melhor pedir contribuição apesar de saber que não vou ter nem R$ 1,00 .

    Valderson, em 03 de outubro de 2012. Responder
    • Valderson, pra juntar 1 milhão de pessoas, este blog não é o mais adequado. Acho melhor tentar o do Reinaldo Azevedo, hehe.
      Meu caro, viva dentro de suas posses, gastando somente 90% do que você ganha por mês. Fuja do crédito. É como regime, no começo é duro, mas depois você acostuma. E, como por mágica, as coisas começam a se encaixar na sua vida.
      Abraço e boa sorte!

      drmoney, em 04 de outubro de 2012. Responder
  3. Concordo em parte,todos podem ser milionarios sim,é só usar a magica dos juros compostos a seu favor.Hoje 1% da população mundial tem cerca de 97% de toda a riqueza do mundo,sabe porque???
    Apenas esse 1% usa os juros compostos a seu favor!
    E os outros 99% não sabem disso!!!
    Ache um fundo de investimento que renda 1% ao mes e guarde 100,00 R$ por mes,em cerca de 35 anos você tara acumulado mais de 1 milhão de reais!!!
    Simples assim,duvida?
    só procurar um similador de investimento na internet.
    É simples ficar milionario,não é facil,tem que ter muita disciplina.
    Dinheiro não é tudo,mas tudo precisa de dinheiro.
    Nunca trabalhem pelo dinheiro,coloquem o seu dinheiro trabalhar para você.

    Júnior, em 15 de março de 2012. Responder
    • Amigo você está redondamente enganado.
      Ribeiro achar um fundo de renda 1%ao mês de rendimento líquido não é tarefa facil.
      E mais deves considerar o rendimento acima da inflação que aí voce terá algo no máximo perto de 4% ao ano acima da inflação. Poupe 100 reais ao mês e daqui a 35 anos conversaremos.

      Thiago, em 11 de abril de 2012. Responder
  4. Querer ser milionario nao é o problema, e sim o que fara quando for.Qual a diferença que vc fará nesse mundo com tanto dinheiro.

    abraço a todos

    Claudimir, em 06 de fevereiro de 2012. Responder
  5. Phillip, compartilho de sua opinião. O termo "milionário" foi usado aqui para representar "muito, mas muito dinheiro mesmo". Obviamente, R$ 1 milhão não é mais muito dinheiro, e na medida em que a inflação vai avançando, vai representando cada vez menos. Uma conta simples demonstra este fato: com R$ 1 milhão na conta, e taxa de juros real de 6%, você consegue tirar R$ 5 mil por mês, antes dos impostos. É legal, mas não parece muito, não é mesmo?

    Dr. Money, em 14 de novembro de 2011. Responder
  6. Penso que sua indignação quanto ao objetivo de atingir um milhão de reais é válida. E arrisco dizer que essa cifra foi herdada dos estadunidenses, pois, um jovem quando sai da faculdade lá tem o objetivo primário de atingir o primeiro milhão de dólares o quanto antes.

    Mas cada um deve traçar seus próprios objetivos e, principalmente, trabalhar para alcançá-los. Sabemos que o tripé de qualquer investimento é dinheiro, taxa e tempo. Discordo de você quando diz que atingir um milhão de reais (ou mais) é sonho. Penso que as maiores dificuldades do brasileiro está em ser indisciplinado, imediatista (nós, povos da América Latina os somos naturalmente) e, principalmente: se contentar com pouco. Como assim "se contentar com pouco"? Queremos aquilo que tanto almejamos sem antes pagar o preço por tal coisa. Não funciona assim… você e seus cabelos brancos sabem que definitivamente não funciona assim…

    Creio que nós temos inúmeras capacidades de fazer a diferença na vida de muita gente e, quanto mais fizermos em melhor qualidade, criaremos valor para a vida das pessoas. Se a recompensa não vier de outras formas (em experiência, felicidade, satisfação que tem vez que é melhor que dinheiro) virá financeiramente. Não existe trabalho sem recompensa, não mesmo!

    Agora, antes de ser milionário, sejamos ricos! Ricos em felicidade, experiências, amigos, família, sabedoria! E mais: antes de sermos milionários procuremos a nossa independência financeira: dependendo do padrão de vida, ela pode ser alcançada com bem menos de meio milhão de reais – pra sempre!

    Parabéns eplo blog e pelo post, por levantar um ponto de vista tão importante e pouco discutido!

    Abraço.

    Phillip Souza, em 14 de novembro de 2011. Responder
  7. Excelente post! Parabens!

    Seu nome, em 10 de novembro de 2011. Responder
  8. Dr.,
    Texto maravilho. Concordo e compartilho da mesma ideia e valores.
    Parabéns.

    Abraço.

    Jônatas R. Silva, em 10 de novembro de 2011. Responder
  9. Pessoal, muito obrigado pelas palavras de apoio. É reconfortante saber que não se está sozinho em algo que não é assim, digamos, popular.

    Quanto ao amigo anônimo, talvez lhe tenha escapado o objetivo deste blog. Sugiro que tente encontrar algum post em que eu dê "dicas de investimentos", sugerindo esta ou aquela aplicação. Não vai encontrar. Meu objetivo (além de implicar com o governo, hehe) é ajudar as pessoas a pensar as suas próprias finanças de maneira mais racional, de modo que possam tomar as suas próprias decisões mais informadas. Uma boa aplicação é aquela que atinge o seu objetivo, e, com essa perspectiva, posso dizer que tenho sido muito bem sucedido. A questão é que meu objetivo nunca foi enriquecer com investimentos, pois sei bem que, para isso, é preciso ter um talento inato. E uma grande vantagem da maturidade é saber quais são e quais não são os seus talentos.

    Uma última observação: se você acha que alguém que enriqueceu com investimentos vai distribuir gratuitamente na Internet dicas de como investir, pode esquecer. Não existe almoço de graça. Normalmente, estes profissionais vão cobrar uma taxa para administrar o seu dinheiro, como faz Warren Buffet e alguns outros.

    Dr. Money, em 08 de novembro de 2011. Responder
  10. Foi pensando assim que o Jacob do site earlyretirementextreme conseguiu se aposentar aos 30 anos, depois de juntar dinheiro durante 5 anos.

    Jose Dias, em 08 de novembro de 2011. Responder
  11. Interessante ver uma pessoa que pretende dar consultoria de investimento dizendo que não ganhou muito. Como confiar el alguém que aparentemente não consegue fazer boas aplicações para si mesmo…

    Anonymous, em 08 de novembro de 2011. Responder
  12. Pode colocar mais um nesse time aí!

    Pra mim não passa de uma estratégia de marketing pra vender livros e principalmente palestras e cursos ridículos de "como se tornar um milionário". É claro, há algumas excessões de bons livros que valem muito a pena ler. Mas o pior é que tem muito consultor picareta (aproveitando do baixo conhecimento em finanças da população) vendendo essa idéia de como se tornar um milionário. Economize X durante 30 anos blá blá blá… Não é assim que funciona, as pessoas precisam de ter uma boa qualidade de vida, aproveitar todos os momentos e ter um controle/planejamento financeiro.

    Abcs,

    Finanças Inteligentes, em 08 de novembro de 2011. Responder
  13. Excelente artigo. Parabéns!!!

    Marcio, em 08 de novembro de 2011. Responder
  14. Ah! Que confortável ler este artigo!. Concordo plenamente, e compartilho dos mesmos valores.

    Luciene Soares, em 08 de novembro de 2011. Responder
  15. Tu não está sozinho nessa mestre. Também concordo contigo em gênero, número e grau. Não faço de minhas finanças pessoais uma obsessão, muito pelo contrário. Não me furto em fazer gastos extravagantes exporadicamente, além de estar cada vez mais desapegado a bens materiais, o que fará com que eu seja feliz com uma vida frugal e, assim, alcançar minha independência financeira muito antes de chegar à cifra dos milhões.
    Forte abraço e sou um assíduo leitor seu.

    Prof. Elisson de Andrade, em 08 de novembro de 2011. Responder
  16. Gostei da comparação entre ser telentoso para futebol e talento para ser milionário. Lendo a biografia do Warren Buffet dá pra ver que aquele cara era uma máquina de processar dados, balanços e notícias sobre empresas. Aquilo é talento. É isso aí mesmo que você disse! Não adianta se esforçar. Uma hora bate no limite do esforço que só é ultrapassado pelo talento. Isso não significa que eu serei um pródigo. Pelo contrário, vou me esforçar ao máximo para chegar ao meu limite. E pronto. Estarei satisfeito.

    Recentemente fiz uma viagem para a Ilha do Marajó. Pensei com meus botões: se eu vender tudo que tenho e aplicar em CDI e consigo viver de renda neste lugar. Isso é a definição de milhionário para muitos que ali vivem. Pois é, lá vou eu a caminho da independência financeira mesmo que seja na Ilha do Marajó.

    leoh, em 07 de novembro de 2011. Responder

Escreva um comentário